Bancos x Criptomoedas

Desde que o Bitcoin foi criado, 11 anos atrás, uma enxurrada de novas moedas digitais começaram a surgir e, assim, movimentar ainda mais esse novo mercado financeiro. Mas não demorou muito para se estabelecer uma relação não muito amistosa entre as instituições financeiras tradicionais e os investidores de criptomoedas. Estes seguiram vigorosamente uma nova toada ao trocar os investimentos padrões pelas moedas digitais descentralizadas.

Sejam quais forem as moedas, mas em especial o BTC, o fato é que a falta de uma regulamentação e o receio dos bancos em perder espaço para uma nova tecnologia, tendo usuários que movimentam suas contas com dinheiro proveniente desse ativo digital, tem feito com que estes encerrem a conta de clientes, tanto pessoas jurídicas como físicas.

Desde então, o tema tem gerado muita especulação, mas o que se sabe é que os próprios bancos centrais já começaram a desenvolver estudos e pesquisas com o propósito de criarem suas próprias criptomoedas. Dessa forma, utilizariam a mesma tecnologia que garante a segurança nas transações desses ativos, o chamado Blockchain.

De acordo com um relatório publicado pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS), 70% dos bancos centrais estão conduzindo pesquisas sobre a emissão de uma Moeda Digital do Banco Central. As entidades já se mobilizam e passam a dar mais abertura para a discussão desse assunto. Não se sabe, ainda, se a criação dessas moedas do banco central seria algo bom para as já existentes, mas o fato é que o blockchain está recebendo um reconhecimento sério.

Acima das possíveis moedas digitais bancárias e estatais, os projetos descentralizados já são realidade e oferecem maior segurança pela mudança de paradigma em função da superação do modelo centralizador que é responsável pelos principais problemas no mundo financeiro no qual os bancos reinaram até o presente momento.

Como comprar moedas digitais?

Para comprar qualquer  moeda digital acesse Cointradecx.com e cadastre-se. O processo é simples e sem custo.

Fique à vontade para enviar as suas dúvidas para support@cointradecx.com e siga-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro das últimas notícias: FacebookInstagram e Twitter.

Deixe uma resposta