Alerta: Gráfico: Zona de Congestão do Bitcoin perigosa!

Presta atenção nessa Zona de Congestão do Bitcoin, ela é antiga!

Zona de congestão é quando o preço fica lateralizando por um tempo numa faixa de preços. No caso do Bitcoin, essa zona acontece dentro de uma faixa de suporte e resistência de janeiro/21.

Quando essa zona estoura e rompe pra cima, chamamos a zona de congestão de zona de acumulação. Quando rompe pra baixo, era uma zona de distribuição. Que zona estamos agora?

Veja que em janeiro, a congestão se confirmou em acumulação e a tendência estourou pra cima chegando a quase $65k.

Agora , a zona de congestão se repete, vindo depois de um rompimento para baixo e durando mais de 1 mês. O contra ponto da primeira zona nos faz pensar que, dessa vez, deve estourar pra baixo e confirmar uma distribuição. Mas isso é algo que não tem como bater o martelo. Analistas mais técnicos diriam que a chance de romper pra baixo é maior, mas ainda há o revés.

Podemos notar, também, que os pontos de suporte e resistência são os mesmos de janeiro, ou seja, a mesma ZONA.

Se o preço vier testar, novamente, a zona de suporte entre $31k-29k, as chances de romper pra baixo pra buscar $23-20k aumentam muito. é como se fosse uma insistência de rompimento.

“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.”

Porém, se fizer um fundo maior agora voltando pra cima, aí poderemos ver um reteste da zona de resistência e podemos, ainda, ter uma acumulação. As chances maiores são para baixo, mas não custa acreditar.

Vamos acompanhar!

==========================================================
Atenção (Variação em 1 mês)

BTC/USD     -13,13%

XDC/USD   +78,15%

QNT/USD      +56,35%

AMP/USD     +51,38%

RUNE/USD    -49,33%

SNX/USD   -46,02%

Análise por André Cardoso – Trader em criptomoedas

Confira a análise anterior. Clique aqui!

Como comprar criptomoedas de forma segura?

Para comprar qualquer  moeda digital acesse Cointradecx.com e cadastre-se. O processo é simples e sem custo.

Fique à vontade para enviar as suas dúvidas para support@cointradecx.com e siga-nos em nossas redes sociais para ficar por dentro das últimas notícias: FacebookInstagram e Twitter.

Deixe uma resposta